Como manter um relacionamento duradouro? Confira 7 dicas
Crise no relacionamento

Como manter um relacionamento duradouro? Confira 7 dicas

Por agosto 27, 2018 Sem comentários

Quando converso sobre relações amorosas nas redes sociais, a pergunta que mais me fazem é: como manter um relacionamento duradouro?

De fato, as relações parecem estar cada vez mais superficiais e pelo menos no Brasil, o IBGE confirma o aumento das separações.

O que acontece, afinal?

Não vou te iludir: não existem fórmulas absolutas de sucesso no amor.

Mas existem princípios, práticas, ferramentas, experiências e caminhos que facilitam a nossa jornada individual única, para encontrarmos da nossa maneira, o amor pleno e profundo.

Continue a leitura para descobrir alguns desses segredos.

Um balanço das relações amorosas

Segundos os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), as dissoluções das relações disparou bastante de um tempo para cá.

Num balanço feito entre os anos de 1984 e 2016, constatou-se que a correlação entre casamentos e divórcios saltou para 31.4% e, 2016.

Ou seja: as relações estão cada vez mais difíceis de durar.

Afinal, ninguém mais está disposto a permanecer mergulhado em relações desgastadas, não é mesmo? Ainda bem!

Se existissem fórmulas mágicas para a felicidade, alguém com certeza já teria descoberto e compartilhado com o mundo.

Porém, o que eu proponho: se quiser obter resultados, você vai ter que assumir a responsabilidade pela sua jornada.

Algumas dicas essenciais sobre como manter um relacionamento duradouro

Como-manter-um-relacionamento-duradouro

Só você pode trilhar a estrada do amor evolutivo.

Eu costumo sempre falar que o amor não é uma ciência exata.

Não existe matemática precisa para fazer o seu coração te guiar para o melhor parceiro para o seu momento. 

Mas algumas sugestões são bem úteis para se aplicar ao iniciar uma nova relação.

1. Confiar no outro

A falta de confiança no outro é um dos principais ingredientes dos relacionamentos complicados.

Trabalhar a confiança mútua é melhor do que cair naqueles velhos dilemas de como ter que lidar com o ciúmes, por exemplo, que gera tantas discussões nos casais.

Quando duas pessoas estão decididas e comprometidas a fazer o relacionamento dar certo, a flexibilidade, a entrega, e o amor vão lapidando as arestas brutas de cada indivíduo.

Assim, a relação se encaixa e segue cada vez mais perfeita e harmônica.

O brilho e a inspiração da paixão se torna constante.

Desse modo, ela confiança e energia para que os conflitos e momentos desafiadores.

2. Possuir metas em comum

É preciso que o casal encontre algo maior que os dois para realizar juntos, uma missão de vida para ser feita em conjunto.

Para isso, a autoajuda no relacionamento é essencial.

3. Manter intimidade

A vida amorosa só começa verdadeiramente após o casal assumir uma entrega baseada na intimidade mais profunda.

Tudo colabora com isso, e os pequenos casos e aventuras sexuais são apenas nossos treinamentos para experimentar e nos preparar para níveis de amor mais elevados.

Quanto mais tempo durar a relação sexual e com mais presença, maior a carga de energia e mais prazer.

Invista em explorar o corpo do parceiro com toques suaves que eletrizem a pele antes do ato sexual.

Essa é a base para desenvolver o tantra e uma sexualidade mais prazerosa, depois é só agir com o coração e deixar a criatividade e o amor fluir entre vocês.

Inclusive, essa é uma dica muito útil para se usar quando se está tentando descobrir o que fazer quando o relacionamento esfria.

4. Exercer o diálogo conjugal

A comunicação do casal deve ser aberta e um sempre deve reservar um tempo para ouvir com atenção e seriedade o que o outro precisa falar e valorizar seus sentimentos e necessidades.

5. Admitir os erros

De certo modo, o amor nos leva a agir inconscientemente para provocar situações que vão trazer os sentimentos e feridas emocionais do passado de cada um para o presente.

Esses momentos agem como uma nova chance de libertação.

Esse momento é mais desafiador para a maior parte da humanidade, pois não somos preparados para ele.

De modo geral, chegamos nas relações com pouca inteligência emocional e autoconhecimento.

Com isso, os impulsos, reações e emoções negativas tornam-se grandes crises.

Assim, é comum que muitos não percebam sozinhos quando estão projetando um problema emocional do passado na relação do presente.

Quando outros tentam trazer a consciência disso para nós, o ego sombra se arma de defesas e reações agressivas para não ter que admitir e lidar com o que está vindo à tona.

Encontramos isso na teimosia em admitir erros e falhas, que é um dos maiores problemas em uma relação.

6. Não querer mudar o outro

A aceitação e o amor incondicional criam o espaço que o amor precisa para expandir.

Querer mudar o outro revela, na maioria das vezes, ausência de admiração pelo parceiro.

Quando isso acontece, é hora de avaliar algumas coisas.

Se uma das partes está sempre focando nos defeitos da outra, tentando consertar o parceiro para satisfazer as suas necessidades, sem se importar com os gostos e preferências do outro, é sinal de desgaste na relação.

7. Se apoiar em tempos difíceis

O casal deve se tornar uma unidade, onde os dois enxergam o companheiro como um grande aliado, mantendo a confiança que juntos é possível resolver qualquer crise.

Não importa o tamanho e quanto tempo leve, o amor é o combustível e a fé é o direcionamento.

Pois com amor sendo sustentado pela fé, o casal pode enfrentar qualquer desafio, crescendo e evoluindo com eles.

Na psicologia do amor evolutivo é essencial para que essa aliança seja sólida, pois quando o casal se funde e se torna um, ainda assim crises podem acontecer e são naturais.

Mesmo seguindo todas essas dicas, é inevitável os momentos de crises no relacionamento, pois elas fazem parte do processo do amor evolutivo.

E você, conhece alguma outra dica interessante que possa complementar as que transmiti aqui nesse post?

Compartilhe comigo nos comentários.

Gratidão e Amor sempre!

Silvano Ozyrys

Deixe aqui seus comentários, sua opinião é muito importante:
Silvano Ozyrys

Autor Silvano Ozyrys

Escritor, MasterCoach, Psicoterapeuta Corporal e Graduando em Psicologia, Lançou seu primeiro livro “Amor Evolutivo – Expansão da Consciência do Amor na Nova Era” em 2017. Silvano Ozyrys é um entusiasta pelo desenvolvimento pessoal e evolução espiritual humana, tem formação em diversas técnicas de coaching, terapia, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, buscando sempre abordagens integrais e holísticas.

Mais posts de Silvano Ozyrys