05 dicas simples para identificar um relacionamento conturbado
Dicas para um bom relacionamento

05 dicas simples para identificar um relacionamento conturbado

Por agosto 30, 2018 Sem comentários

Um relacionamento conturbado sempre traz tristezas, ao contrário de uma relação saudável e gostosa.

De acordo com Prem Baba, dentro da infinita esfera dos elementos com os quais nos relacionamos a todo instante, o relacionamento com outro ser humano, principalmente o afetivo sexual, é, sem dúvida, o mais poderoso catalisador ou ativador da verdade.

De modo geral, é através da relação amorosa que temos a chance de amadurecer e de ativar os valores humanos que possibilitam a nossa evolução.

Às vezes, o outro reflete aspectos positivos e luminosos da nossa personalidade, impactando diretamente na cumplicidade no relacionamento.

Outras, reflete aspectos negativos e sombrios. Como identificar isso?

É o que você descobre ao prosseguir a leitura desse post.

Acredite: relacionamentos tóxicos existem

Walter Riso, no livro “Manual para não morrer de amor”, afirma que nem todas as pessoas fortalecem e desenvolvem o seu potencial humano com o amor.

Inclusive, muitas enfraquecem e deixam de ser elas próprias na ânsia de pretender manter uma relação tão irracional quanto angustiante.

Relações onde imperam o ciúmes, competitividade, imposição de valores, o medo (que é o maior vilão do amor) e outras situações complicadas.

O amor é para ser vivido e não para ser causador de morte, pois afinal, amar não é um ato de masoquismo, onde a pessoa deixa de ser quem é e se compraz em sentir‑se maltratada ou humilhada sob o jugo do outro.

O fato é que relacionamentos conturbados são muito comuns.

O que faz com que duas pessoas permaneçam em relações desgastadas é uma cegueira emocional.

Nossa vida segue modelos confusos em muitos momentos, mas muitos caem na armadilha de só buscar amores impossíveis com “princesas que precisam ser resgatadas”, ou “sapos que precisam se transformar em príncipes”.

Essa armadilha é uma espécie de sabotagem, pois a pessoa sempre escolhe as pessoas mais difíceis e situações de relacionamento mais complicadas.

Por trás desse padrão existem traumas e crenças que fazem a pessoa inconscientemente só buscar amores impossíveis.

E tudo isso arrasta como um rio transbordado, escreveu Riso.

Como identificar um relacionamento conturbado?

05-dicas-simples-para-identificar-um-relacionamento-conturbado

Uma relação conturbada está longe de se transformar num relacionamento duradouro, onde os parceiros vivem felizes um com o outro.

Confira os aspectos que eu considero que são tóxicos para a relação.

Quanto mais conseguir identificar a sua relação com esses aspectos, mais difícil ela tende a ser.

Por isso, analise se e quanto você ou o seu parceiro estão repetindo os padrões de comportamento a seguir.

1. Não gostar de admitir os seus erros

Abertura e vulnerabilidade são essenciais para uma relação.

Na prática, isso acontece porque a própria dinâmica relacional exige isso.

Encontramos isso na teimosia em admitir erros e falhas, que é um dos maiores problemas em uma relação.

Em uma relação amorosa, a essência ganha força para se libertar, mas para isso ocorrer, as máscaras, armaduras e crenças limitantes precisam ser confrontadas e substituídas por uma nova consciência.

Bom, creio que isso só é possível ao se liberar as emoções negativas que mantêm as couraças e atitudes defensivas rígidas.

Após essa liberação, é possível substituir as crenças e comportamentos limitantes por visões mais positivas da vida.

2. Viver constantemente na defensiva

De modo geral, pessoas que são seguras de si estão abertas a comentários e em alguns casos, algumas críticas também.

O nosso desafio é não deixar nosso ego criar ou ativar bloqueios emocionais, crenças e outras sabotagens que acabam nos tirando do estado de entrega.

Quando saímos do estado de entrega e conexão com o outro, passamos a agir de forma defensiva e egoísta.

Por isso, é melhor resolver qualquer bloqueio e crise emocional que surja no relacionamento o mais rápido possível para preservar a conexão com o parceiro.

3. Não exercer a humildade

Sri Prem Baba, um mestre que eu gosto muito, costuma perguntar: o que é iluminação se não pureza do coração?

Sem um coração puro, não é possível se iluminar, se libertar.

Nesse sentido, ao invés de colocarmos foco na iluminação, poderíamos desenvolver melhor o processo de purificação do coração.

Numa relação, considero que isso seja essencial.

Ao focarmos nessa pureza, nessa humildade, podemos agradecer à vida por tudo que ela dá.

5. Evitar enfrentar os seus problemas

Muitas pessoas fogem da solução dos seus problemas e não gostam de enfrentar as crises.

Voltando aos ensinamentos do Sri Prem Baba no livro “Amar e ser livre”, a palavra crise nos remete a sentimentos negativos.

Mas, na verdade, as crises contêm elementos preciosos para a transformação.

De modo geral, toda crise é muito bem-vinda, justamente porque está a serviço da evolução da consciência humana.

São elas que revelam nossa limitada percepção da realidade.

Por isso, a crise significa que algo ainda não foi compreendido e precisa ser integrado à nossa visão de mundo.

Desse modo, ela pode surgir como uma oportunidade de aprendizado.

Quem foge das crises, foge dos aprendizados.

E quando não há equilíbrio no relacionamento?

Fará sentido perseguir um relacionamento amoroso que já tenha escapado ao seu controle?

O fato de não estar bom pode ser um significativo de talvez seja a hora de deixar partir.

Para quê insistir onde não há harmonia conjugal?

Há coisas que não dependem de você e não importa se o desejo ou a vontade querem manter.

Uma infinidade de pessoas, em todo o mundo, fica aprisionada em dramas emocionais à espera que a sorte mude sem perceberem que são elas quem tem de fazer a sua revolução afetiva.

Por mais que seja doloroso admitir, tem pessoas que não estão dispostas a mudar e evoluir, e não vai ser o nosso amor que vai mudar isso.

Desista das princesas que não querem ser resgatadas e dos sapos que não querem se transformar em príncipes.

Invista seu tempo e amor em quem está na mesma sintonia e com disposição em construir uma parceria evolutiva com você.

Gostou das dicas? Que tal compartilhá-las nas suas redes sociais?

Gratidão e Amor sempre!

Silvano Ozyrys

Deixe aqui seus comentários, sua opinião é muito importante:
Silvano Ozyrys

Autor Silvano Ozyrys

Escritor, MasterCoach, Psicoterapeuta Corporal e Graduando em Psicologia, Lançou seu primeiro livro “Amor Evolutivo – Expansão da Consciência do Amor na Nova Era” em 2017. Silvano Ozyrys é um entusiasta pelo desenvolvimento pessoal e evolução espiritual humana, tem formação em diversas técnicas de coaching, terapia, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, buscando sempre abordagens integrais e holísticas.

Mais posts de Silvano Ozyrys