Como apimentar um relacionamento em 7 passos? Confira
Crise no relacionamento

Como apimentar um relacionamento em 7 passos

Por setembro 19, 2018 Sem comentários

Descobrir como apimentar um relacionamento é importante porque a intimidade é o que define a liberdade individual.

Quanto maior a intimidade, mais o casal consegue conversar livremente, confiar um no outro, sem excesso de ciúme, trabalhar a cumplicidade.

Por outro lado, uma relação de intimidade potencializa a sensualidade, a entrega e também a experiência sexual.

Porém, em certos momentos, a relação sexual parece estagnar, não é mesmo?

Nesse post, você confere porque isso acontece e como reverter essa situação.

Prossiga na leitura!

Por que a relação esfria?

Apesar do sexo ser o combustível da relação, existem muitas situações que podem bloquear esse dinamismo do casal.

Algumas dessas razões podem ser: a desconfiança, egoísmo, falta de autoconfiança e a incapacidade de comunicar abertamente as emoções.

A rotina e a mecanização do dia a dia, além do excesso de trabalho e demandas familiares também podem afetar a atividade sexual e distanciar o casal.

Daí, quando vem o distanciamento, o parceiro parece alguém estranho, como se estivesse inacessível e a relação fica completamente desgastada.

A minha experiência me diz que o primeiro passo para romper com o distanciamento é a dedicação que ambos devem dispor para enfrentar a crise juntos.

Ao fazer isso, é importante identificar a causa do distanciamento e voltar para a etapa de nutrir a relação.

Afinal, como apimentar um relacionamento?

como-apimentar-o-relacionamento

Bem, a dinâmica sexual envolve uma série de passos que você pode seguir.

Acredite, eles não dizem respeito somente ao ato sexual em si, mas a conexão do casal depende de uma série de outras coisas.

Passo a passo para apimentar a relação e a vida:

1. Resgate a autoestima

Uma autoestima abalada fere muito a vaidade e a visão de si mesmo.

Muitas vezes, a resposta para uma autoestima baixa pode estar na infância, nas memórias de outras relações.

Quando você se valoriza, vive e expressa sua verdade para o mundo, você se sente mais digno e autêntico.

De modo geral, isso faz com que sua autoestima fique maior, pois você não está se anulando e nem fingindo ser quem não é para ganhar amor e aceitação dos outros.

Na verdade, as pessoas sentem essa verdade inconscientemente, e mesmo que não concordem com o que você acredita, elas vão ver que não adianta tentar te mudar ou criticar.

Isso traz uma liberdade muito grande.

Além disso, faz com que você busque e respeite as pessoas que são transparentes e autênticas.

Essa prática também elimina as relações superficiais que não te acrescentam nada.

Bom, e o que acontece?

Tudo isso produz um espaço vazio, que significa mais tempo para investir nas pessoas que valem a pena, como o seu parceiro, que com certeza, te respeita como você é.

2. Busque o seu espaço no mundo

Não adianta querer dicas de como apimentar um relacionamento se você está apático na busca do seu próprio espaço pessoal, correto?

Isso só é possível se você fugir da zona de conforto e estagnação.

Pois, se permanecer nela, em uma área da vida, a infelicidade que isso causa vai contaminar todas as áreas, inclusive o relacionamento.

Se aparecer um problema ou insatisfação em qualquer área da vida, não perca tempo, resolva o quanto antes para que ele não te desmotive e tire o brilho do seu viver.

3. Demonstre interesse pelo parceiro

Quem não gosta de atenção, não é mesmo?

Por isso, dedique um tempo a saber como o seu parceiro está.

Se por acaso, ele estiver enfrentando algum momento de adversidade, ajude, conforte, ofereça carinho.

4. Alimente a comunicação

Não há desejo sexual que brote quando há ausência de admiração.

E a admiração nasce de uma comunicação espontânea, onde as afinidades são reveladas e intensificadas.

As piores fases de uma relação passam por situações onde uma das partes está sempre focando nos defeitos da outra, tentando consertar o parceiro para satisfazer as suas necessidades, sem se importar com os gostos e preferências do outro.

Na prática, isso bloqueia o desejo sexual.

Por isso, incentivar e investir para que o parceiro e a relação evolua demanda sempre uma dose de respeito à individualidade do outro. 

5. Exercite a imaginação

Deixe que a inspiração seja o guia da relação.

Reserve surpresas para o parceiro.

Liberar a imaginação no sexo é uma prática altamente recomendável.

A imaginação permite romper a mesmice da relação e fortalece a intimidade.

6. Evite comparações

Isso mesmo!

Comparar é abrir espaço para o conflito.

7. Abra a mente

Não se contente com o comum.

Não sinta vergonha em expressar os seus desejos, posturas preferidas, fantasias ou qualquer outra coisa que sinta vontade de experimentar durante o sexo.

O amor evolutivo como nutriente da dinâmica sexual

O amor evolutivo diz respeito à um tipo diferente de relação.

Nela, a união vai muito além de simplesmente morar juntos, fazer sexo e ter filhos.

A relação sustentada pelo exercício constante do amor evolutivo  é uma conexão entre dois seres autênticos e inteiros, que formam uma unidade que é muito maior do que a soma das duas individualidades.

O amor evolutivo pratica um sexo sem pudores, onde os dois estão abertos a se conhecerem e se experimentarem abertamente, visando sempre o bem-estar mútuo.

Mas para isso acontecer, não pode existir máscaras ou fingimentos, que representam barreiras que impedem que o relacionamento evolua.

Nessa dinâmica, o amor evolutivo resgata a beleza de viver uma vida orientada ao prazer, dentro de um relacionamento duradouro.

É o prazer que abre os nossos canais sensoriais para aproveitarmos muito mais a vida, sentirmos mais prazer no sexo e desenvolver uma sexualidade sagrada.

No entanto, essa relação não se constrói como um passe de mágica e o ideal é colocar presença no sexo, para viver momentos de entrega e prazer.

Por isso, sempre é bom procurar conhecimento que possibilitem a autoajuda no relacionamento.

Outro ponto importante é prestar atenção e analisar cuidadosamente se você não está com apego, pois ele pode te colocar em relações complicadas.

Gostou do post?

Então me ajude a divulgá-lo, compartilhando-o nas suas redes sociais ou com os seus amigos.

Gratidão e Amor sempre!

Silvano Ozyrys

Deixe aqui seus comentários, sua opinião é muito importante:
Silvano Ozyrys

Autor Silvano Ozyrys

Escritor, MasterCoach, Psicoterapeuta Corporal e Graduando em Psicologia, Lançou seu primeiro livro “Amor Evolutivo – Expansão da Consciência do Amor na Nova Era” em 2017. Silvano Ozyrys é um entusiasta pelo desenvolvimento pessoal e evolução espiritual humana, tem formação em diversas técnicas de coaching, terapia, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, buscando sempre abordagens integrais e holísticas.

Mais posts de Silvano Ozyrys